O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Quarta-feira, 11 de Abril de 2012

Deram-me um pé de physalis há alguns anos que plantei no quintal. É uma planta que não requer cuidados especiais e que cresce e se extende bastante. Depois de alguns anos, sendo o meu quintal infelizmente relativamente pequeno, acabei por a arrancar para poder dar lugar a outras plantas. Pensava eu que a physalis tivesse desaparecido completamente mas todos os anos germinavam espontaneamente umas plantinhas no mesmo sitio do quintal onde antigamente estava o pé que me tinha sido oferecido. Apercebi-me que talves fossem physalis. Provavelmente o que terá acontecido foi alguns frutos perdidos terem caído no chão e as sementes terão ficado misturadas com a terra. De vez enquando germinam com facilidade tal qual como as ervas daninhas. Mas ainda bem...

Há pouco tempo guardei uma delas e transplantei-a para um vaso. Existe uma grande variedade de espécies e esta parece ser da espécie Physalis peruviana L. (foto abaixo)

 

 

Distribuição e Habitat: Originária das regiões temperadas, subtropicais da américa do sul, o Chile, Peru e Colômbia são os maiores produtores mundiais deste fruto. Além de ser cultivado como fruto comestivel há certas espécies que são cultivadas para fins ornamentais. Apesar de ser um fruto que gosta de climas quentes, também tolera bem o frio.

 

  Physalis

 

Flor da Physalis
 
Fruto da Physalis
 
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Familia: Solanaceae
Genero: Physalis

 
Descrição: A physalis é uma planta arbustiva, hervácia e perene de caule carnoso, esverdeado, anguloso e ramificado com folhas ovado-oblongas, alternadas, aveludadas e triangulares. Pode atingir os 2 metros de altura. As flores são amareladas, em cacho.

Na Colômbia, é conhecida como "uchuva" e no japão como "hosuki" e "lanterna japonesa", na China como "lanterna chinesa". Em Portugal também é conhecida por "alquequenje" e nos Açores por "capucha". Em relação ao fruto, ele é alaranjado e pequeno, comestivel, semelhante em tamanho, forma e estrutura a um tomate, mas que é envolto parcial ou completamente por uma fina casca seca idêntica a papel de arroz depois de madura. Tem sabor doce, levemente ácido, a physalis pode ser consumida ao natural ou usada na preparação de doces, geleias, sorvetes, bombons e em molhos de saladas e de carnes.

 

A Physalis costuma ser muito utilizada na decoração de bolos e semi-frios
 

Como complemento de outra sobremesa, ou para acompanhar o café, a Physalis coberta com chocolate é uma delicia

  

Propriedades: É rica em vitaminas A, C, fósforo e ferro, além de alcalóides e flavonóides. Folhas, frutos e raízes são usados na medicina popular para combater diabetes, reumatismo crónico, doenças de pele, da bexiga e do fígado.

As physalis encontram-se com facilidade à venda em alguns supermercados em pequenas caixas junto às frutas tropicais, cada caixinha pode custar entre 1 e 2 euros.

 

Cultivo: Podem ser plantadas durante todo o ano. As plantas crescem bem na maior parte dos solos ricos em matéria orgânica com pH entre 5.5 e 6 e também em vaso. A colheita dos frutos dá-se após 3 ou 4 meses do plantio das sementes.

 

Curiosidades: No Japão, existe uma variedade de cor vermelha chamada Physalis "alkekengi" que para além de ser utilizada para fins medicinais também se utiliza na elaboração de arranjos ornamentais.

  

Physalis "alkekengi"
 
Informações retiradas da wikipédia e de outros sites.
tags:
publicado por Marco Rebelo às 17:58
link do post | comentar | favorito

Tens alguma informação sobre as questões que colocaste neste post:
http://gojiberries.blogs.sapo.pt/23557.html
Marco Rebelo a 13 de Outubro de 2013 às 19:15


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28

29
30


últimos comentários
Olá!Pelo que sei convém enxertar para produzir fru...
Como muitos de vocês tenho uma anona com cerca de ...
Olá, alguém sabe quais os passos a seguir para des...
Olá CarlosPor experiencia própria sei que os parda...
Olá boa tarde, tenho cerca de 100 pés de goji e es...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro