O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Segunda-feira, 2 de Abril de 2012

Um fruto que nunca me tinha chamado muito á atenção, apesar de o ver frequentemente á venda nos supermercados foi a anona. Sendo um fruto tropical é cultivado maioritariamente na américa do sul mas comprei algumas e verifiquei que estas até eram da Madeira. Sabia que a Madeira cultivava as conhecidas bananas, mas anonas desconhecia completamente. Parece que a Madeira tem uma produção que ronda as 850 toneladas anuais. Mais uma razão para experimentar esta fruta. Tem uma casca verde, uma polpa branca sumarenta e mole com sementes escuras grandes. Come-se simplesmente depois de descascada. Tem um sabor caracteristico e agradável e é bastante doce.

Há mais frutas boas além das nossas bem conhecidas laranjas e maçãs. Esta é uma delas. Vale a pena experimentar.

Tenho reparado que se vendem anoneiras em lojas de plantas. No futuro, semear uma destas árvores pode ser mais um desafio.

 

  
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Magnoliales
Familia: Annonaceae
Género: Annona
 
Existe uma grande variedade de espécies de anona. Por exemplo são também vulgarmente designadas anoneiras as espécies, do género Annona, A. cherimola, A. glabra, A. muricata e A. Squamosa, entre outras.
 

Distribuição e Habitat: Originária do Peru e do Equador. Na ilha da Madeira esta árvore de fruta é cultivada há muitos anos. Aparentemente a primeira árvore conhecida na ilha teve origem nas sementes de um fruto trazido do Brasil. Neste país também é conhecida como graviola e fruta-do-conde. No Funchal e arredores é possível observá-la no estado subespontâneo.

 

Descrição: A anoneira é uma árvore de origem tropical, que pode atingir 10 m de altura, de tronco cilíndrico, com casca grossa e lisa ou com ranhuras pouco aparentes e de cor verde acinzentada. De ramos densos e folhas de 10 a 25 cm de comprimento, ovais ou elípticas, sedosas. As flores são solitárias ou reunidas em pequenos grupos de 2 a 4, hermafroditas, aromáticas, com 2,5 cm de comprimento. O fruto, a anona, pode ser cordiforme, cónico ou irregular, com a epiderme reticulada lisa ou com pequenas protuberâncias, de cor verde clara. A polpa é branca, cremosa, sumarenta e com elevado valor alimentício.

 

Observações: Época de floração em geral de Maio a Julho.

 

 

Sementes de anona
 

A anona é um fruto muito apreciado pelos madeirenses e também pelos turistas que diariamente se deparam com cabazes deste fruto espalhado pelo mercado do Funchal. Tal é já o conhecimento deste fruto pelos turistas que nos hoteis costumam pedir esta delícia para iniciar o dia com anona ao pequeno almoço.

Com aspeto límpido e verde, convida facilmente à prova e quem o faz, raramente esquece tão apetecível sabor. A anona além de servir como sobremesa ao natural, pode ainda ser apreciada em bolos, pudins e licores. Anualmente na Madeira, no mês de Fevereiro ou Março, mais propriamente no Faial, concelho de Santana comemora-se este fruto com uma festa em sua homenagem.

 

Este maravilhoso fruto de casca verde, com formato escamoso, tem inúmeras propriedades para a saúde. De salientar que cada vez mais se atribui às folhas da anoneira poderes também muito benéficos para o tratamento de algumas doenças e começa já a ser utilizada na medicina alternativa. O sumo da anona é ainda benéfico para combater o mau colesterol e há quem acredite que ajuda no combate de doenças oncológicas.

 

anoneira
 

Devido ao seu porte de pequena dimensão, poderá ser plantada mesmo num curto espaço de jardim.

O solo favorável deverá ser bem drenado e com uma boa dose de matéria orgânica.

Dá-se bem em climas tropicais, subtropicais e tropicais de altitude.

O plantio deve ser efecuado em períodos bastante chuvosos. Poderá utilizar a semente de uma anona, que depois de seca será lançada à terra e com sorte nascerá uma planta pronta a dar fruto em quatro anos.

 

Excertos tirados de:

 

http://www.semstress.com

http://www.lifecooler.com

http://sms-madeira-8c.blogspot.pt

Wikipédia
tags:
publicado por Marco Rebelo às 17:41
link do post | comentar | favorito

Boa tarde,
Estive a ler os seus comentários e posso dizer que tudo depende do tipo de árvores que são pois existem árvores que necessitam de mais espaço do que outras. Quanto ao goji diria que não ocupa mais do que dois metros de largura cada planta. Para mais informação sobre o cultivo, poda, etc ver os outros links neste mesmo blog.
Cumprimentos
Ana Santos a 27 de Julho de 2012 às 14:49


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28

29
30


últimos comentários
Olá!Pelo que sei convém enxertar para produzir fru...
Como muitos de vocês tenho uma anona com cerca de ...
Olá, alguém sabe quais os passos a seguir para des...
Olá CarlosPor experiencia própria sei que os parda...
Olá boa tarde, tenho cerca de 100 pés de goji e es...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro