O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

Os superalimentos estão muito na moda actualmente e sendo o Goji considerado por muitos um desses “superalimentos”, aqui ficam algumas informações numa pequena recolha de artigos sobre este tipo de alimentos por vários sites da internet.

Mas antes de mais é bom estarmos conscientes que apesar de haver alimentos altamente saudáveis, não há alimentos “milagrosos”, e no ramo da alimentação saudável por vezes encontramos negócios com produtos um pouco duvidosos pelos efeitos incriveis que apregoam. Lá diz a espressão popular: “lá vai o vendedor da banha da cobra!”.

  

 

Desde o início da história da humanidade, alimentos e ervas têm sido usados para combater e curar doenças. Pesquisas modernas confirmam o valor de alguns remédios populares e revelam outros benefícios de certos alimentos.

Os superalimentos estão na moda pelo mundo fora. E por boas razões. Diferentemente da maior parte das modas, esta está para ficar e é benéfica para todos os que a ela aderirem.

Tendo sido introduzidos no mundo ocidental nas últimas duas décadas por nutricionistas de renome como Ann Wigmore, Gabriel Cousens ou David Wolfe, os superalimentos rapidamente se celebrizaram e muitas são as pessoas que hoje em dia os utilizam regularmente como parte do seu menu alimentar diário.

 

 

E o que são os superalimentos?

 

São alimentos superconcentrados energeticamente, dando-nos uma enorme quantidade de nutrientes de uma forma natural, equilibrada e facilmente assimilável pelo nosso organismo. São dádivas da natureza, substâncias 100% naturais que têm uma capacidade extraordinária de transformar a nossa saúde. Estes alimentos vão muito para além da simples nutrição que outros alimentos nos dão. Eles desempenham um papel importante na prevenção de muitas das doenças da nossa sociedade actual e são extremamente válidos como parte integrante de um estilo de vida saudável. Alguns exemplos mais conhecidos são: goji berries, erva de trigo (wheatgrass), mel, clorela, spirulina, cacau cru, acaí, maca peruana, entre muitos outros...

 

Peixes ricos em ômega 3, as frutas e os vegetais também se poderão considerar de certa forma "superalimentos" já que como todos nós sabemos têm um papel decisivo na nossa saúde.

Estes Super Alimentos fortalecem o sistema imunitário e rejuvenescem pois são grandes fontes de antioxidantes.

 

Os superalimentos não receberam esse apelido à toa. As vantagens do seu consumo regular vão além do simples fornecimento energético. “Eles podem tratar e/ou prevenir doenças, diminuem o risco de infecções, regulam os níveis de colesterol e açúcar no sangue. Além disso, podem deixar os nossos ossos mais fortes, aumentam a nossa boa disposição, melhoram o humor, previnem o envelhecimento precoce das células do corpo, entre outros benefícios.

 

 
Porém, não basta consumir alimentos “super” todos os dias se os hábitos de vida também não forem saudáveis. Para termos os benefícios desses alimentos precisamos consumi-los com regularidade e associados a uma dieta saudável como um todo. Não adianta consumir iogurte com aveia ao pequeno-almoço e à tarde hambúrguer com batatas fritas. O ideal é consumir diariamente a maior variedade possível de alimentos considerados “super”.
tags:
publicado por Marco Rebelo às 16:24
link do post | favorito

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
28
29


últimos comentários
Olá!Nesta altura do ano ela já não vai crescer mai...
Ola, tudo bem?Tenho um pezinho ainda novinho, mas ...
Eu vivo na região de Aveiro, mais propriamente em ...
Olá!Pelo que sei convém enxertar para produzir fru...
Como muitos de vocês tenho uma anona com cerca de ...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro