Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BAGAS GOJI

O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

BAGAS GOJI

28
Abr13

TAMARILHO: GERMINAÇÃO E REBENTOS

Marco Rebelo

A Germinação

 

Foram usadas sementes de um fruto colhido no ano passado. Depois de bem lavadas e postas a secar ao sol foram semeadas num pequeno vaso com terra comum retirada do quintal. A germinação das primeiras plantas ocorreu com 20 dias.

Não germinaram todas as sementes mas são suficientes porque cada planta produz bastantes frutos. Mais tarde poderão ser retiradas e separadas para poderem ser plantadas nos seus lugares definitivos.

 

 
 
Novos Rebentos
 
O tamarilho resistiu bem ao frio e ás geadas do inverno. Ao contrário do primeiro ano, neste inverno que passou já não foi necessário tomar nenhuma medida de protecção contra o frio. No primeiro ano é conveniente proteger um pouco com um plástico senão corremos o risco de a planta morrer.  Nota-se que com o crescimento este tipo de plantas vai ganhando uma estrutura lenhosa capaz de resistir ao frio. Apenas se verificaram algumas folhas queimadas provocadas por algumas noites em que caiu geada, mas nada mais.
 

  

Logo que chega a primavera o tamarilho começou a ganhar novos rebentos. Perdeu a maioria da folhagem durante o inverno. Nessa altura aproveitei para cortar alguns ramos que me pareciam supérfluos. Não quero que cresça exageradamente fazendo sombra ao resto das culturas do quintal, e por outro lado espero deste modo que o tamarilho ganhe mais "força" e que produza frutos com melhor qualidade.
De cima a baixo o tamarilho enche-se de novos rebentos. Tanto os do tronco como os dos ramos principais foram retirados. Se crescessem provavelmente iriam "sufocar" a planta e não sei até que ponto frutificava convenientemente. Por outro lado assim o tamarilho fica com um aspecto mais arejado.
Rebentos excedentes retirados podem ser aproveitados para produzir novas plantas. Basta plantá-los tendo o cuidado que os manter bem regados e á sombra enquanto não enraizam.
Está agora a começar a ganhar as primeiras flores. É bom sinal aparecerem cedo porque deste modo haverá frutos cedo. A ver vamos...
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D