Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BAGAS GOJI

O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

BAGAS GOJI

28
Jun13

NOVAS PLANTAS RARAS

Marco Rebelo

Para quem está interessado em ter em casa uma planta frutifera rara e tem dificuldades em adquiri-la, dou a conheçer que a querida Ana Santos possui um pequeno stock de plantas que pode disponibilizar a preços simbólicos. Entre outras estão por exemplo as physalis, maracujás, tamarilhos, granadilhas, gojis, etc. Mas ela só faz entrega em mão e só em Aveiro.

Ficam algumas fotos e fica também a morada do blog para quem estiver interessado: http://plantasraras.blogs.sapo.pt/

 

16
Jun13

GOJIS: AS PRIMEIRAS FLORES

Marco Rebelo

Depois dos maracujás, dos tamarilhos e da feijoa agora são os gojis a dar flores. São flores roxas, amareladas e algumas brancas até.
Os gojis sofreram uma poda ligeira no inverno e de momento retomaram o crescimento normal principalmente em altura. Vamos deixá-los crescer á vontade pois são os ramos novos que que vão produzir os gojis. Alguns deles crescem para cima mas acabam por tombar para baixo com o peso.
Mais tarde será interessante comparar a quantidade de frutos produzidos este ano com os do ano passado. Em princípio produzirá mais este ano. Vamos ver o que acontece.

 

E claro não esquecer que quando os gojis começarem a amadurecer há que ter cuidado com os pardais ladrões. Eles já andam por aí a rondar preparados para atacarem quando menos se espera. Pássaros chatos, sempre em cima dos muros, comem tudo, não cantam, não trabalham, só andam em bando e fazem bostas em cima do carro e em todo o lado. Mas não tenho nada contra eles. Até gosto de os ver pelos quintais. Dos outros.

{#emotions_dlg.sarcastic}

 
 
 
15
Jun13

GOJIS E AS REGAS

Marco Rebelo

Um aspecto que pode ser importante para o bom estado dos gojis é o tipo de rega.

Por exemplo tenho observado que plantas que se encontram em jardins, e que são regadas por sistemas de rega automáticos de aspersão têm tendência a ficarem com aspecto debilitado. A causa pode ser provocada por elevada humidade e pela diferença de temperaturas entre a água e a folhagem dos gojis que fica molhada durante a rega de aspersão e que pode provocar o aparecimento de certos fungos. É difícil determinar com total certeza e é só um palpite baseado em observações.

Pelo sim pelo não, é melhor ter o cuidado de regar os gojis pela manhã ou ao fim da tarde, fora das horas de maior calor, directamente no solo, junto ao pé.

 

14
Jun13

FEIJOA: AS PRIMEIRAS FLORES

Marco Rebelo

Há muito tempo que não havia novidades sobre a feijoa. Nascida de semente há 2 anos, tem crescido muito apesar de estar num vaso. Este ano ainda vai ser mantida assim. Mais tarde poderá ser mudada se for necessário. Começa agora a mostrar as primeiras flores.

 

Nas pontas dos ramos desenvolveram-se botões que mais tarde acabaram por abrir, resultando em flores de cor vermelha bastante atraentes e decorativas. Estas flores costumam permanecer abertas durante mais de 15 dias.

A feijoa resiste bem ao inverno em Portugal e é normal suportar temperaturas de até -12 graus. Para quem pretende propagar plantas deste tipo o método mais eficaz são as sementes, e basta para isso semeá-las na primavera.

 

Para já, não foi feito nenhum tipo de poda. É uma espécie que requer sol directo ou meia sombra e pode ser deixada crescer naturalmente resultando num arbusto. Em alternativa pode ser efectuada uma poda de maneira a dar a forma de árvore.  

Resta agora aguardar que os frutos vinguem e amadureçam. Lá mais para inicio do outono...

 

    
 
 
04
Jun13

MARACUJÁ ROXO: FLORES E FRUTOS

Marco Rebelo

O maracujazeiro cá do quintal tem crescido a olhos vistos. No ano passado produziu poucos frutos (uns 20), mas costuma ser normal visto ser o primeiro ano. Apartir deste ano em diante a quantidade de frutos tende a ser maior.

O maracujá roxo é uma espécie de maracujá que se adapta bem ao frio por isso aguenta bem os invernos. Logo que chegou a primavera começou a crescer rapidamente e com vigor. Penso que é um tipo de planta que não necessita de qualquer tipo de poda. Apenas é suficiente retirar os ramos e folhas secas. Foi aplicado um pouco de adubo azul para tentar melhorar um pouco mais a produção. Tem agora muitas flores e muitos frutos. Resta esperar pelos frutos maduros. O verão promete.

 

As primeiras flores de maracujá roxo do ano
 
E os primeiros frutos
 
A ramada do maracujazeiro
 
Paus presos e postes suportam o crescimento da planta
 

Muitas flores. Este ano a colheita promete

 

03
Jun13

MARACUJÁ ROXO: GERMINAÇÃO

Marco Rebelo

Depois de semeados os primeiros maracujás começaram a germinar passados 15 dias. Nem todas as sementes nascem ao mesmo tempo. É normal algumas delas demorarem um mês ou mais a germinar.

Para esta sementeira foram utilizadas sementes retiradas de alguns frutos colhidos no ano passado. Basta deixar amadurecer completamente alguns deles e guardá-los inteiros mal caiam ao chão. Acabam por secar completamente passadas algumas semanas. Podemos assim guardá-los desta forma até a altura de os semear, para isso bastando depois abri-los e retirar as sementes do seu interior.

 

Foram distribuídos por vários vasos. Mais tarde, no princípio de outono, quando as plantas atingiram uns 20 centímetros de altura podem ser transplantadas para os lugares definitivos. Há que ter em conta que deverá ser um lugar com espaço suficiente para serem tutoradas.

 

 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D