O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Quarta-feira, 3 de Outubro de 2012

Os araçás vermelhos semeados na primavera estão já suficientemente desenvolvidos para serem transplantados para um local definitivo. São arbustos de médio porte que precisam de um local ensolarado com um pouco de espaço onde possam crescem á vontade. Este tipo de plantas cultivadas em vasos/pacotes podem ser plantados em qualquer época.

 

 

Retirado cuidadosamente o araçá do vaso verifica-se que o substrato está sólido e que apresenta raizes brancas já visiveis do lado externo. Estão a pedir com urgência mais espaço.

Foi usado um pouco de estrume no fundo nas covas, seguidamente colocadas as plantas com cuidado, evitando desprender muita terra para não perturbar as raizes, e por último regadas.

Vamos ver como se comportam, esperemos que sobrevivam aos rigores do inverno.

 

tags:
publicado por Marco Rebelo às 21:46
link do post | comentar | favorito

Parabéns pelo seu blog, é um serviço público para quem, como eu, se começou a interessar pela agricultura como actividade lúdica em especial nos "jardins comestíveis".
Aproveito para perguntar se já experimentou ou tem alguma informação de uma bagas brancas e outras roxas de que descobri sementes no leilões (beautiberries e snowberries). Se já experimentou cultivar, vou passando pelo seu blog para ver se sai artigo sobre elas.
Bem haja, continue.
Manuel a 7 de Outubro de 2012 às 17:46

Não tenho conhecimento do tipo de bagas de que fala. Parecem ser comuns na américa e parecidas a cranberries, groselhas e ás "nossas" conhecidas camarinhas.
Se tiver algum tipo de informações sobre elas pode ir dando noticias. Acho que ia ser interessante e toda a gente ia gostar de saber.
Obrigado por ter gostado do blog!
Um abraço!
Marco Rebelo a 8 de Outubro de 2012 às 19:00


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
31


últimos comentários
Olá CarlosPor experiencia própria sei que os parda...
Olá boa tarde, tenho cerca de 100 pés de goji e es...
Bom diaHá muito a dizer sobre esta temática
Obrigado pela informação, vou consultar.Abraço
Obrigado!Este blog surge com informações sobre goj...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro