O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Domingo, 17 de Maio de 2015

feira-do-mirtilo-em-junho-2015-server-do-vouga.jpg

tags:
publicado por Marco Rebelo às 20:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

Domingo, 8 de Junho de 2014
tags:
publicado por Marco Rebelo às 17:25
link do post | comentar | | | favorito

Domingo, 17 de Junho de 2012

 

Aproveitando a 5º edição anual da Feira do Mirtilo a realizar nos dias 28, 29, 30 e 1 Jun.-Jul. cá na zona de Aveiro, concretamente em Sever do Vouga, podemos falar um pouco sobre este fruto silvestre que começou a ser cultivado na década de 90 em Portugal e é pouco utilizado na nossa alimentação, talvez por não ser muito popular e não ter entrado ainda nos hábitos dos portugueses, também talvez por ser uma fruta relativamente cara comparada a outras.

 

Em Portugal é na zona do médio Vouga, no vale do Rio Vouga, que se encontra o local ideal para a produção deste fruto, mais especificamente nos concelhos de Oliveira de Frades, Sever do Vouga, Águeda e Albergaria-a-Velha, sendo Sever do Vouga o que reúne as melhores condições pelo seu microclima e solo sendo conhecida como capital do mirtilo em Portugal. Também é cultivado em pequena quantidade no alentejo.

A área de produção de mirtilos em Sever do Vouga tem crescido de ano para ano, este fruto tem grande potencial a nivel de exportação, paises europeus como França, Bélgica e Holanda absorvem a grande maioria da nossa produção.

 

A 5ª edição da Feira do Mirtilo conta com vários tipos de actividades relacionadas com gastronomia, workshops, música, espectáculos, artesanato, etc. A visitar!

 

 

O Mirtilo é uma baga de cor azul-ceroso, que cresce num pequeno arbusto que alcança 1m a 1,5m de altura. O mirtilo encontra-se em regiões nas quais o Inverno é rigoroso, dado que necessita em média de 700 a 1.000 horas anuais de temperatura entre os 10º e os 12º centígrados.

 

Classificação Cientifica:

 

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Magnoliopsida

Ordem: Ericales

Familia: Ericaceae

Genero: Vaccinium

Espécie: V. myrtillus

 

 

As folhas do arbusto do mirtilo são caducas e alternas. A sua forma é oval ou elíptica, com o ápice pontiagudo e a bordadura dentada. Medem entre 1 e 3 cm de comprimento. São de cor verde vivo, um pouco mais claro na página inferior, adquirindo no outono uma intensa cor vermelha e amarela. As flores aparecem solitárias ou agrupadas. São em forma de odre de cor branco-rosado-esverdeada e medem entre 5 e 6mm.

Apresenta raízes rasteiras serpenteantes, das quais surgem numerosos troncos angulosos e muito ramificados.

 

O fruto é uma baga globosa de 5mm de diâmetro de cor azul violáceo quase negro. A pele é lisa e apresenta uma cicatriz circular na ponta superior, muito característica. A polpa é sumarenta, clara e com grande número de sementes minúsculas. É uma planta que requere climas frescos, com chuvas bem distribuídas e com frio suficiente durante o Inverno para que a planta tenha uma boa floração e produção.

 

 

O mirtilo é uma planta muito antiga, de origem desconhecida, que cresce espontaneamente no Norte da Europa, Ásia e América. Há quem a considere originária da Europa, Norte de África, Cáucaso e Ásia setentrional. Em Espanha está muito difundido nos bosques luminosos das zonas montanhosas. O principal continente produtor é a América do Norte, concretamente os Estados Unidos  com 96% da produção mundial. A Europa produz aproximadamente uns 4%, enquanto o resto dos continentes não dão produções assinaláveis.

 

Conhecido como o “Rei dos Antoxidantes” e o “Fruto da Juventude”, este pequeno fruto está no topo dos alimentos com maior teor de antioxidantes, ultrapassando as vantagens de outros vegetais como repolhos, espinafres e brócolos. É rico em vitaminas, A, B, C e PP, possuindo ainda sais minerais, magnésio, potássio, cálcio, fósforo, ferro, manganês, açucares, pectina, tanino, ácido cítrico, málico e tartárico.

 

 

O Mirtilo, também conhecido como arando é usado na confecção de bolos, tartes, bolos, sumos, iogurtes, etc.

 

As variedades de mirtilo mais cultivadas em Portugal, tendo em consideração ás caracteristicas de clima e solo ideias são as seguintes: O´Neal, Duke, Bluecrop, Goldtraube, Ozarkblue.

Todas estas variedades se encontram com relativa facilidade á venda em lojas de plantas, viveiros e hortos.

 

 

Alguns sitios a visitar:

 

http://pt-br.facebook.com/feiradomirtilo

http://www.feiradomirtilo.pt/

http://www.quintadaremolha.com/

tags:
publicado por Marco Rebelo às 15:48
link do post | comentar | ver comentários (9) | | | favorito

Terça-feira, 27 de Março de 2012

Um quintal com algumas espécies vegetais de que valerá a pena falar, é o quintal da minha querida Ana Santos.

Residente também ela na zona de Aveiro, possui um terreno bem cuidado junto á sua casa, que para além de alojar alguns animais, crescem lá igualmente uma grande variedade de vegetais horticolas e árvores de fruto comuns usados para consumo caseiro.

Além destas, tem também outras menos comuns, por exemplo alguns pés de Goji, oferecidos por mim, semeados há cerca de um ano. Sobre estes, e no caso particular de um dos pés, verifica-se que este apresenta uma boa folhagem, e além disso tem também alguns ramos com flores já abertas, apesar de ainda estarmos em Março. Normalmente a frutificação dos gojis dá-se só no final do verão.

Poderá isto ser causado por este tempo anormalmente quente e seco que se tem feito sentir para esta altura do ano? Ou o aparecimento destas flores prematuras serão causadas por outro fenómeno qualquer? È dificil chegar a alguma conclusão. Em todo o caso é mais um sinal de que esta espécie se adapta muito bem ao nosso clima.

É interessante e curioso e vamos continuar a acompanhar novos desenvolvimentos, nomeadamente se esta planta chegará a frutificar brevemente ou não.

Ficam as fotos:

 

Um pé de goji
  
Outro pé de goji
  
Botões e flores de goji
 
Flores de goji
 
Mais flores de goji
 
Mais flores de goji vistas de outra perspectiva
 
Na primavera o marmeleiro ganha rebentos novos
 
Depois de ter perdido as folhas por causa das geadas, o tamarilho começa a rebentar
 
Framboesas
 
Um mirtilo que começa a rebentar
publicado por Marco Rebelo às 13:32
link do post | comentar | ver comentários (6) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
contador de visitas
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


contacto

últimos comentários
Obrigado!É uma boa ideia e parece ser eficaz.Aqui ...
Marco,Única solução é rede anti-pássaro.Há que já ...
Boa noite!Não precisa de ser podada para dar fruto...
Olá sabe me dizer se a goji precisa de ser podada ...
O ideal é apanhá-los quando estiverem com a "capa"...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro