O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Quarta-feira, 20 de Março de 2013
O Dia Mundial da Árvore ou da Floresta celebra-se anualmente em Portugal a 21 de Março. Este dia é também o dia em que começa a Primavera. A celebração do Dia Mundial da Árvore ou da Floresta começou a 10 de Abril de 1872, na cidade do Nebraska, Estados Unidos da América. O seu mentor foi o jornalista e político Julius Sterling Morton, que incentivou a plantação de árvores no Nebraska, promovendo o "Arbor Day". O objectivo da comemoração do Dia Mundial da Árvore é sensibilizar a população para a importância da preservação das árvores, quer em termos ambientais como da própria qualidade de vida dos cidadãos. Neste dia decorrem várias acções de arborização, em diversos locais do mundo.



tags:
publicado por Marco Rebelo às 21:58
link do post | comentar | | | favorito

Quinta-feira, 2 de Agosto de 2012

Já estamos em agosto, época de férias para muita gente. Enquanto não há grandes desenvolvimentos sobre as plantas que temos vindo a abordar, vamos fazer uma pausa para sair da rotina e vamos aproveitar este calor e este bom tempo para fazer alguns passeios. Passeios a pé, de bicicleta, de barco... passeios pela nossa terra, onde há sempre alguma coisa nova para descobrir, neste caso alguma coisa de interessante para também dar a conhecer. É importante conhecer e aprender a preservar a natureza que nos rodeia.


Esta é uma sugestão para quem mora perto de Aveiro e não conheçe e/ou para quem planeia passar por aqui perto em viagem e que poderá aproveitar para visitar. É uma árvore centenária, um elemento natural com mais ou menos 500 anos que está classificado de interesse público. Mas há muito mais património natural interessante a visitar nesta região. Este é só um ponto de partida...


Então partimos da cidade de Estarreja, distrito de Aveiro, passados cerca de 5 kilómetros chegamos á freguesia de Veiros. Seguindo várias placas que informam a direcção da árvore, chegamos á rua de São Geraldo e á capela deste mesmo santo, e é no adro que encontramos a árvore centenária.

 

 
 

Sobreiro de S. Geraldo

(Coordenadas GPS: N 40º 44’ 46.4” | W 8º 36’ 24.1”)


Sobre o sobreiro de S. Geraldo, e de acordo com estudos efectuados pelos Técnicos do Instituto Florestal, através do seu sector de protecção e Vigilância dos Ecossistemas Florestais e Inspecção Fitossanitária, estes concluíram que a árvore em causa terá uma idade a rondar os 600 anos. Ainda no seguimento do estudo atrás referido, o sobreiro de S. Geraldo foi classificado árvore de interesse público.

Transcreve-se de seguida o teor do oficio de informação à Junta de Freguesia sobre o assunto em causa: "Informa-se V. Ex., que, por Aviso deste Instituto, publicado no Diário da República, II Série, n.º 101 de 30/04/1996, foi classificado de Interesse Público o exemplar de Quercus Saber L., vulgarmente conhecido por sobreiro, situado na propriedade acima referenciada, pertença da Paróquia da Freguesia de Veiros."


Floresce de Abril a Maio caindo as bolotas durante o Outono, sendo a casca renovada de nove em nove anos. Este Sobreiro encontra-se no Largo de São Geraldo e, é propriedade da Paróquia da freguesia de Veiros, possuindo um elevado valor paisagístico. Foi classificado nos termos do Decreto-Lei n.º 28 468, de 15 de Fevereiro de 1938 e do Decreto-Lei n.º 100/93 de 2 de Abril de 1993 como de Interesse Público.


Cientificamente designado por Quercus suber L., pertence à família das FAGACEAE. É característico pela folha persistente e pela sua casca, a cortiça. A cortiça protege o Sobreiro dos fogos e serve de abrigo a várias espécies animais (sobretudo insectos) e, vegetais (musgos, líquenes e algas).


Actualmente os Sobreiros são protegidos por legislação específica que proíbe o seu abate e a sua substituição por outras espécies. No domínio cultural são várias as referências aos Sobreiros: na literatura, na poesia, na pintura, na arquitectura, na fotografia, na azulejaria na tapeçaria e artesanato e até na toponímia local.


Vamos sair de Veiros, continuando o passeio até á Ria de Aveiro seguindo em direcção ao mar...

 

publicado por Marco Rebelo às 18:12
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Segunda-feira, 9 de Julho de 2012

De volta ao quintal da Ana Santos, no quintal que mais parece uma quinta pela quantidade de espécies vegetais e animais que tem, podemos encontrar nesta altura do ano algumas árvores interessantes que se encontram agora em flôr, entre elas os castanheiros, as romanzeiras. etc. São exemplos de árvores de que vale a pena ter no nosso quintal.

 

Um Castanheiro.
 
Flores do Castanheiro.
 
Romanzeira.
 
Flores de Romanzeira.
 
Vinhas.
 
As videiras prometem boas vindimas.
 
Além dos gojis, o quintal da Ana é povoado por outras espécies estranhas. Esta parece ser exótica...
 
Esta árvore não precisa de ser regada. Só precisa de muita exposição solar. Este é um bom investimento sem dúvida.
tags:
publicado por Marco Rebelo às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
contador de visitas
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


contacto

últimos comentários
Ola ja e o quarto ou quinto ano que tenho a minha ...
Interessante. Fica a ideia. Obrigado!
Ainda bem que gostas :D
Tenho uma exploração e tenho alguma dificuldade na...
Uma ideia: Orelhinhas de maracujá roxo https://com...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro