O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Sábado, 26 de Maio de 2012

O pé de tamarilho cá de casa está a desenvolver-se bem. Deve ter mais ou menos um ano e tem já cerca de 1 metro de altura. No inverno foi protegido com um plástico por causa das geadas, mas mesmo assim as noites em que os termómetros rondaram os zero graus foram quase fatais provocando queimaduras nas folhas. Aparentemente ficou morto, as folhas queimaram todas e secaram, mais tarde acabaram por cair, ficando apenas o tronco ao alto.

Entretanto chegou a primavera e surpresa, apareceram novos rebentos no tamarilho que parecia morto.

Foram cortados alguns desses rebentos, principalmente aqueles que se encontravam ao nível do solo. Estes rebentos podem ser aproveitados para propagar a planta. É uma boa alternativa em relação ás sementes porque os rebentos crescem mais depressa e não temos de esperar que as sementes germinem.

Já se começam a ver aquilo que parecem ser flores em alguns dos rebentos do tamarilho. Pode ser que ainda dê frutos este ano.

O tamarilho é um fruto que pode ajudar a controlar o colesterol. Rico em vitamina A, é indicado para quem sofre de problemas de colesterol elevado. Para isso basta comer alguns tamarilhos por dia. É claro que não dispensa a visita ao médico de vez em quando.

 

O inverno e a primavera. O tamarilho conseguiu resistir ao frio e ás geadas.
  
Podemos utilizar rebentos supérfulos para propagar esta planta.
 
As folhas do tamarilho têm mau cheiro mas por sorte este desaparece das mãos passado pouco tempo.
 
O tamarilho começa a dar algumas flores. Pode ser que ainda tenhamos alguns frutos este ano.
tags:
publicado por Marco Rebelo às 14:14
link do post | comentar | ver comentários (8) | | | favorito

Terça-feira, 15 de Maio de 2012

A primavera prossegue e os seus efeitos são visíveis por todo o lado. Árvores vestidas com folhagens novas, campos e jardins cheios de flores de todas as cores. 

 

Algumas sementes que foram semeadas no inicio desta primavera começam agora a germinar. Entre elas, as sementes de araçá. No Brasil existem dezenas de variedades diferentes que se distinguem principalmente pela cor dos frutos. As que semeei são de araçá da espécie vermelha ou rosa, é difícil dizer ao certo. As sementes são muito duras e demoraram cerca de 2 meses até germinar. Estas foram retiradas de alguns frutos que me tinham sido dados o ano passado, frutos nascidos cá em Portugal. Também me tinham dado alguns pés que coloquei em vasos mas não conseguiram pegar e acabaram por secar. Talvez por causa do frio que ainda se fazia sentir na altura.

Outra espécie que começa agora a nascer é a granadilha. Foram semeadas algumas sementes, uma delas germinou muito cedo e as outras só agora começam a romper a terra. Esta é uma espécie que não tenho bem a certeza se irá alguma vez dar fruto porque nunca vi nenhuma, não sei se o clima em Portugal será propicio. Mas como diz o ditado: “Experimentar não custa”.

 

 
 
 
publicado por Marco Rebelo às 17:08
link do post | comentar | ver comentários (13) | | | favorito

Quarta-feira, 9 de Maio de 2012

Antes de mais que é isto do “smoothie”? Que nome esquisito é este?

Um smoothie é uma bebida feita á base de ingredientes naturais (frutas, vegetais ou polpas combinadas) que também pode incluir outros ingredientes tais como chocolate, chá, iogurte, gelado, leite, entre outros.

Muitos são preparados com gelo ou polpas congeladas para que fiquem com uma consistência semi-gelada. São cremosos, refrescantes, energéticos e com alto conteúdo mineral e vitamínico. Semelhante aos batidos é uma bebida muito saudável, ideal para tomar a qualquer hora do dia.

É uma boa bebida para começar o dia, ou para substituir um almoço ou jantar num daqueles dias quentes de verão, altura em que temos menos pachorra para fazer refeições muito elaboradas.

Por exemplo: podemos misturar quantidades iguais de frutas como o kiwi, laranja, ananás, banana, um punhado de bagas de goji demolhadas durante algum tempo, batendo depois tudo num copo liquidificador, acrescentando se necessário, algum sumo de fruta, para dar a consistência desejada ao nosso smoothie.

É claro que podemos sempre combinar outros frutos e ingredientes e obter os smoothies que sejam ao nosso gosto. Basta ter alguma imaginação. E fruta!

tags:
publicado por Marco Rebelo às 22:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

Quarta-feira, 2 de Maio de 2012

Depois do ataque gorado protagonizado por pulgões em alguns pés de goji do quintal há algum tempo atrás, a nova ameaça que agora se verifica parece ser uma doença causada por fungos.

Subitamente começaram a aparecer folhas caídas pelo chão aparentemente alvo de ataque de pássaros. Mas não. Essas folhas não se encontravam debicadas mas inteiras, apresentando manchas castanhas e estavam a cair, não por causa de aves mas por estarem quase já secas.

Algum tipo de bactéria ou fungos talvez?

 

Pelos sintomas e após alguma investigação, chega-se á conclusão que a causa mais provável deste problema parece ter origem em alguma classe de fungos que atacam as folhas causando estas manchas castanhas.

 

O míldio, oídio, ferrugem, alternaria, e outros fungos idênticos podem ser a causa deste problema. Atacam as folhas e consequentemente debilitam as plantas.

 

A chegada da primavera, que favorece a conjugação de factores favoráveis, entre eles a temperatura e a chuva que ultimamente se faz sentir após um longo período de seca, potenciou a multiplicação deste tipo de fungos.

 

 

Para prevenção e tratamento deste problema concreto foi usado um fungicida em pó misturado com água e aplicado com um pulverizador doméstico. É sempre recomendado fazer esta operação em dias solheiros e de tempo seco. Há muitos produtos idênticos no mercado para combate a estas pragas. Um muito conhecido, é a calda bordalesa (sulfato de cobre, cal e água), muito utilizado nas vinhas e em árvores de fruto por exemplo.

 

Apesar de tudo o problema não parece ser grave, vamos esperar que as condições climatéricas melhorem, que o fungicida funcione, mas que sobretudo esta seja a última das enfermidades de que têm sido vitimas os gojis.

  

tags:
publicado por Marco Rebelo às 15:09
link do post | comentar | ver comentários (22) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
contador de visitas
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


contacto

últimos comentários
Ola ja e o quarto ou quinto ano que tenho a minha ...
Interessante. Fica a ideia. Obrigado!
Ainda bem que gostas :D
Tenho uma exploração e tenho alguma dificuldade na...
Uma ideia: Orelhinhas de maracujá roxo https://com...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro