O blogue sobre divulgação, promoção e cultivo de várias espécies de plantas frutíferas pouco comuns em Portugal.

Sábado, 2 de Janeiro de 2016

Esta é uma receita simples de doce de tamarilho. Bom para barrar no pão ou em tostas, combinado com manteiga de amendoim, queijo da serra ou simplesmente sozinho o doce de tamarilho torna o pequeno almoço ou o lanche mais delicioso e apetecivel.

 

1 kg de tamarilho (polpa)

500 gr de açucar

um pau de canela

 

Vamos cortar os tamarilhos ao meio e retirar a polpa com uma colher. Depois colocar a polpa num tacho e triturar com uma varinha mágica adicionando em seguida o açucar e o pau de canela.

Deixar cozer em lume brando, tendo o cuidado de mexer de tempos a tempos para não pegar ao fundo. A compota estará pronta quando atingir o "ponto de estrada", teste este que é feito retirando uma colher de sopa de doce do tacho e espalhando-o num pratinho e verificar se faz uma estrada com uma colher. Agora só falta encher os frascos e guardar.

As sementes podem retiradas com um coador de rede larga no momento antes de encher os frascos, para quem preferir.

 

DSC_0244final.jpg

tags:
publicado por gojiberries às 15:44
link do post | comentar | | | favorito

Domingo, 17 de Maio de 2015

feira-do-mirtilo-em-junho-2015-server-do-vouga.jpg

tags:
publicado por gojiberries às 20:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

Segunda-feira, 27 de Abril de 2015

A primavera é a altura ideal para semear quase todas as espécies de sementes de maracujá.

Sementes de maracujá banana já tenho. Foram-me enviadas pelo meu amigo Anibal Judas que teve a amabilidade de me enviar por correio algumas delas. Aproveito aqui para lhe agradecer.

 

Image1r.jpg

 

As sementes de maracujá banana são um pouco mais pequenas que as sementes do maracujá roxo, apesar de serem bastante idênticas.
Basta um vaso pequeno e terra. Depois é só regar e esperar. Nascem com facilidade passados uns 15 dias. Podemos separá-las com cuidado umas das outras com uma colher de sopa e colocá-las em vasos maiores ou já nos sitios definitivos.

Entretanto podemos ir pensando num sitio adequado, com espaço e com luz suficiente, para fazer uma pequena ramada...

 

Image2r.jpg

 

Image3r.jpg

publicado por gojiberries às 18:08
link do post | comentar | ver comentários (8) | | | favorito

Quinta-feira, 9 de Abril de 2015

Este ano vou dar especial atenção ao Maracujá banana, também conhecido como Curuba.
Esta é uma espécie de maracujá originária da América do Sul de paises como Venezuela ou Bolivia e que faz parte da grande família passiflora. O fruto é parecido com uma pequena banana, direita e com pontas curvas. A casca é lisa, amarela e suave. A sua polpa é cor-de-laranja, com sementes pretas comestíveis, como um maracujá.

 

P2150581.JPG
Estes maracujás podem amadurecer à temperatura ambiente se a casca ainda se encontrar um pouco verde. Quando amarelas e totalmente maduras as curubas têm um sabor doce. São ricas em cálcio, ferro, niacina, riboflavina, sódio, vitaminas A e C. Podem ser utilizados em doces, sumos, sobremesas, gelados, etc. Para além dos frutos a planta é utilizada para fins ornamentais pela sua grande quantidade de belas flores grandes e rosadas.

 

Passiflora_mollissima,_the_Banana_Passion_Flower_(

 

Classificação Cientifica:

Reino: Plantae
Divisão: angiospérmicas
Classe: eudicotiledóneas
Ordem: Violales
Família: Passifloraceae
Género: Passiflora
Espécie: P. mollissima

 

Planta trepadeira que precisa de suporte para poder trepar e crescer, a curuba pode atingir 6 metros de altura. Esta espécie de maracujá é uma das poucas que suporta relativamente bem o frio (até -5º).
Trata-se de uma espécie presente no território português, nomeadamente no Arquipélago da Madeira.

 

8757915872_346032f0b7_b.jpg

publicado por gojiberries às 20:06
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2015

Poda de Formação

 

Chegou a altura de podar o araçá vermelho. Estava a crescer muito para os lados e os ramos já se arrastavam pelo chão.

A operação consistiu em limpar os ramos mais finos da parte inferior do arbusto. Ficaram apenas dois ramos grossos e um deles foi cortado rente. O outro ramo foi amarrado com uns atilhos a uma estaca para que começe a crescer verticalmente. Mais tarde este ramo vai tornar-se o tronco desta pequena árvore.

Não podemos aproveitar os ramos cortados para propagação visto eles não enraizarem. Apenas é possivel por sementeira.

Este tipo de poda em formação em árvore não é obrigatória para os araçás. Para quem tem muito espaço pode deixar crescer estas plantas livremente como arbustos normais.

 

DSCF1794r.jpg

 

DSCF1791r.jpg

 

DSCF1799r.jpg

publicado por gojiberries às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Domingo, 4 de Janeiro de 2015

Tamarilhos

 

Os tamarilhos são um fruto sensível ás geadas e antes que as noites arrefeçam a sério é conveniente apanhar todos os frutos das árvores. A geada provoca queimaduras nos frutos fazendo com que apodreçam e acabem por cair. Se cortarmos um ao meio e verificarmos que está um pouco escuro é porque não está em condições de comer e perdeu o sabor.

 

A geada queima também a folhagem e as árvores ficam despidas, mas não há problema porque voltam a rebentar na primavera.

 

Entretanto é tempo de saborear os frutos. Cortados ao meio e retirando a polpa com uma colher, adicionando um pouco de açúcar ou não, dependendo do gosto de cada um, a polpa é saborosa. Quando temos muitos frutos e não queremos que se estraguem fazer compota é uma boa ideia.

 

DSCF1783r.jpg

 As geadas queimam completamente a folhagem

 

DSCF1788r.jpg

Vamos comer os tamarilhos antes que se estraguem

tags:
publicado por gojiberries às 18:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Quarta-feira, 8 de Outubro de 2014

O araçá vermelho plantado no quintal há dois anos tem um metro de altura e floresceu este verão. Apesar de ter produzido dezenas de flores, apenas uma vingou, todas as outras cairam. Deu apenas um araçá para amostra. Parece ser normal plantas novas produzirem pouco no primeiro ano.

O araçá vermelho deve ser apanhado quando estiver completamente vermelho, sinal de maduro.

 

É um fruto originário do Brasil e ainda algo desconhecido entre nós. Suculento e doce o araçá parece-me ser um fruto interessante por se adaptar bem ao clima de Portugal e sem dúvida uma espécie com potencial. 

 

tags:
publicado por gojiberries às 19:23
link do post | comentar | ver comentários (6) | | | favorito

Segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

Eu bem que queria tirar umas fotografias dos gojis deste ano. O problema é que mal começavam a amadureçer eram logo dizimados pelos pardais. Fizesse o que fizesse era impossivel conter os ataques. Nem espantalhos, nem fitas nem cd's pendurados. A única maneira de salvar alguns foi usar um saco de batatas. Vazio. {#emotions_dlg.angry}

  

Alguns gojis sobreviventes.
 
O saco de batatas protegeu alguns ramos do apetite dos pardais.
 
 Estes safaram-se.
 
  Mais vale para o ano cobrir tudo com sacos de batatas
 
Convém deixar amadureçer os gojis ao máximo. Senão são amargos.
tags:
publicado por gojiberries às 19:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | | | favorito

Quarta-feira, 11 de Junho de 2014

De regresso ás frutas e ao araçá vermelho. O araçazeiro vermelho cá de casa semeado á dois anos atrás começou a dar as primeiras flores. São flores hermafroditas, pequenas, brancas-esverdeadas.

 

O araçá é uma espécie interessante para se ter em casa: apesar de apreciar clima tropical com muito calor e humidade, também tolera bem as geadas e adapta-se muito bem ao clima de Portugal, gosta de sol pleno, além de ser resistente a pragas e doenças.

Voltaremos a falar do araçá lá mais para final do verão quando tiver frutos maduros.

 

 
 
 
 
 
tags:
publicado por gojiberries às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Domingo, 8 de Junho de 2014
tags:
publicado por gojiberries às 17:25
link do post | comentar | | | favorito

Segunda-feira, 17 de Março de 2014

Com o aproximar da primavera é tempo de arregaçar as mangas e dar inicio aos trabalhos na nossa horta. Trabalhar no quintal ou no jardim e “mexer” na terra pode ser uma actividade compensatória, além de relaxante.
Altura certa para fazer sementeiras, para fazer uma limpeza nos terrenos e jardins, retirar ervas daninhas, estrumar e adubar quase todas as plantas mesmo aquelas que se encontram em vasos e floreiras.

Março é o mês ideal para plantar uma das espécies mais saborosas e saudáveis: os morangos. Os morangos podem ser plantados em várias alturas do ano, dependendo da espécie.
Tal como acontece com outras plantas horticulas, os morangos precisam de algum frio no inverno para poderem frutificar convenientemente no verão.
Os pés de morangueiro existentes cá em casa têm já vários anos e como tal está na altura de os renovar por outros novos.
Assim, foram comprados cerca de três molhos de morangueiros da espécie “diamante”. É uma espécie capaz de produzir durante todo o verão e parte do outono.
Podem ser adquiridos numa loja de plantas ou num horto. Cada molho trás cerca de 20 pés e pode custar entre 3 a 4 euros. Foram usadas floreiras, que além de serem práticas permitem mais tarde manter os frutos suspensos livres de humidade, lesmas e insectos. Como sempre foi usada terra solta do quintal misturada com turfa e algum estrume. Depois é só regar e esperar. Adubar quando começarem a crescer e voltar a adubar no inicio do verão.


Boas plantações! Boas sementeiras! Bons morangos!

 

Ter morangos em jardineiras pode ser mais prático porque os frutos ficam sempre á mão
 

Ter um cão de guarda vai dar jeito para mais tarde espantar os melros comedores de morangos. Não é preciso ser um cão muito grande... {#emotions_dlg.sarcastic}

tags:
publicado por gojiberries às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | | | favorito

Sábado, 7 de Dezembro de 2013

publicado por gojiberries às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (3) | | | favorito

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2013

Finalmente há amendoins. A tentativa de semear amendoins não correu muito bem e por isso só agora foram apanhados. Vieram tardios é certo, mas vieram.
Da primeira vez foram descascados e semeados mas acabaram por apodrecer. Depois foi feita nova tentativa mas choveu tanto nos dias seguintes que acabaram por se estragar novamente.
Só á terceira tentativa resultou. Dessa vez foram semeados inteiros com casca. Pelos vistos parece ser a forma mais adequada. A casca exterior mantem as sementes protegidas do excesso de humidade e assim os amendoins lá acabaram por germinar.
Foi uma pequena experiência com apenas dois pés que se tivessem sido semeados mais cedo provavelmente teriam produzido maior quantidade.

 

Foram arrancados com cuidado e depois basta sacudir a terra dos amendoins e colocá-los ao sol para secarem. Assim guardados duram algum tempo e podem ser torrados á medida do necessário. Para torrar bastam 15 minutos num forno a 180 graus.

É uma ideia para quem gosta da amendoins e tem algum espaço vazio desperdiçado no quintal lá de casa.

 

 
 
tags:
publicado por gojiberries às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (9) | | | favorito

Sábado, 23 de Novembro de 2013

Chega o outono e com ele a altura da colheita de frutos bem nossos conhecidos, caso das castanhas, das nozes ou das avelãs.

Pelas árvores e pelas terras os tons ocre abundam e enchem a natureza de uma beleza especial.

Depois dos magustos e preparadas as compotas e as marmeladas, chega agora a época da apanha dos tamarilhos.

Este é o segundo ano de produção desta árvore. Voltou a carregar com dezenas de cachos de tamarilhos vermelhos, alguns deles já em estado de apanhar. De certeza que estes tamarilhos vão dar boas compotas, saladas e sumos...

 

 
 
 
tags:
publicado por gojiberries às 15:52
link do post | comentar | ver comentários (8) | | | favorito

Durante o verão os pés de granadilha do quintal não cresceram muito. O desenvolvimento fraco nessa altura poderá ter a ver com o excesso de calor e talvez com o grau de humidade certo.

Nas regiões subtropicais de origem desta planta as condições (temperatura e humidade) são algo diferentes comparando com as do nosso país.

Depois que o tempo ter arrefecido um pouco as granadilhas retomaram o crescimento chegando mesmo a surgir um botão tardio de uma flor.

Aparentemente é o primeiro e único deste ano e se calhar nem vai chegar a abrir porque poderá queimar com a geada. Veremos o comportamento das granadilhas no próximo ano.

Ficam umas fotografias que dão uma ideia do aspecto destes botões, e no caso de abrir alguma flor voltaremos a dar noticia.

 

    

publicado por gojiberries às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
contador de visitas
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


contacto

últimos comentários
Ola Florbela da AlemanhaTens de dar-lhe o maximo d...
É estranha essa transformação. Pode ter a ver com ...
Bom dia , eu semeei sementes de maracujá roxo e qu...
Estou em Lima, e tive a oportunidade de experiment...
Olá boa tarde eu estou na Alemanha e há uns meses ...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro